©2020 por Footvolley Club

WhatsApp Image 2019-03-04 at 7.25.53 PM.

História do Footvolley Club

O Footvolley Club nasceu com um nativo do Rio de Janeiro, o qual encontrava-se inquieto em sua carreira de turismo e sempre teve o sonho de trabalhar com seu hobby que era o esporte. Erick Kretzu costumava jogar nas areias do Posto 9, Ipanema, desde 1994 e, em 2016, decidiu abandonar tudo e levar seu sonho para San Diego, na California. Kretzu fundou a primeira Escola de Footvolley do Golden State com o nome de San Diego Footvolley, apresentando aos Estados Unidos algo que poucas pessoas lá haviam visto antes: uma bola sendo jogada por cima de uma rede, assim como no Volleyball, mas sem usar as mãos.

Inicialmente, Erick enfrentou muitos desafios por conta do esporte ser desconhecido nas terras do norte. Muitos americanos enxergavam o esporte como um entretenimento e impossível de ser jogado. Os primeiros jogadores da Escola foram brasileiros morando no exterior que, aos poucos, foram introduzindo o esporte interculturalmente. Vendo que seu projeto estava crescendo e precisando de um impulso, o Professor conhece Daniel Gaspar em uma de suas aulas, o qual torna-se peça chave no seu projeto. Gaspar também estava infeliz em sua carreira na área de finanças e, quando conheceu a Escola, decidiu abandonar seu emprego para se dedicar à sua paixão que era o Footvolley. Em pouco tempo, Daniel torna-se sócio de Kretzu e então fundam o Footvolley Club: uma proposta totalmente inovadora que era não somente treinar atletas e novos atletas em alto nível, mas também ser um espaço onde as pessoas pudessem se divertir e sentirem-se acolhidas, sem distinção. Por conta disto, rapidamente o Footvolley Club se torna mais que um Clube, e sim uma Família.

Em 2017, identificando-se com esta proposta de um clube inovador e multinacional, Lucas Dantas e Philippe Happ decidem tornarem-se sócios, transformando assim a famosa rede do Posto 9, em Ipanema, em mais uma sede do Foovolley Club. Happ, sempre apaixonado por esportes, é formado em Educação Física e possui inúmeras certificações, sendo hoje um dos maiores atletas de Footvolley da atualidade. Em pouco tempo, Happ se torna Professor no Clube, junto com Lucas, sendo ambos muito reconhecidos em passar adiante o método do esporte. Os dois se conheceram jogando na rede e, a partir de seus backgrounds e sonhos, decidiram seguir com a proposta do Footvolley Club juntos no RJ.

Para agregar ainda mais à Escola e profissionalizá-la como uma referência em treinamento de excelência, em 2018 o Footvolley Club recebeu mais um integrante como sócio: o renomado atleta Léo Tubarão. Inventor do Shark Atack, movimento que utiliza a sola do pé de forma a atacar a bola com força no campo adversário, Léo foi um dos maiores campeões da história do Footvolley e é reconhecido mundialmente por suas conquistas até hoje. Tubarão contribui com seu conhecimento, performance e marketing para as estratégias do Clube.

Em 2019, o grupo decide criar mais uma sede do Clube, agora em terras Lusitanas. Erick torna-se focal point do Footvolley Club Lisboa, segunda escola de Footvolley em Portugal. Mais uma vez, o Clube tem como força motriz exceder as expectativas de seus clientes. O Footvolley Club segue com força total, sempre com foco na excelência, na conexão entre pessoas e no entretenimento, fornecendo uma experiência jamais vista antes no esporte.